Encontro Siding Spring-Marte

Os astrónomos da Madeira, prepararam uma bateria de equipamentos com a finalidade de captar o cometa Siding Spring na sua passagem ao lado de Marte, tendo-se colocado em três frentes: Casa do Areeiro, Casa das Mudas e Porto Santo, mas as condições atmosféricas inesperadas e anormais impediram os objectivos traçados. Uma razoável aberta no Porto Santo permitiu que a nossa colega Maria José Vital e seus colaboradores conseguissem visualizar a longa cauda do cometa ao telescópio sem que fosse possível captar qualquer imagem dado o tempo limitado que lhes foi proporcionado.

comet-siding-spring-trajectory-mars-full_0

 

Cometa Siding Spring – dia 19/10 ao lado de Marte

 

Hoje temos um fenómeno que constitui a passagem do cometa Siding Spring (C/2013 A1) pela órbita de Marte, ao anoitecer, após as 20h15, passagem essa que ocorrerá a cerca de 139.500km de distância do planeta vermelho, aproximadamente um terço da que opõe a Terra à Lua.
Descoberto na Austrália em 2013, tomou o nome do observatório que o captou pela primeira vez e promete constituir um espetáculo interessante ao telescópio e, segundo alguns observatórios, talvez mesmo com binóculos.
Os astrónomos da Madeira preparam-se para seguir esse evento na Casa do Areeiro ou Casa das Mudas, entre as 18 e as 24h00, através do registo de imagens ao longo dos 100 minutos previsíveis para observar o fenómeno duplo (cometa e Marte), considerado raro não só em face da distância prevista para a sua passagem em relação ao planeta vermelho, mas também pelos possíveis resultados advenientes desta rasante trajectória. Segundo os astrónomos, a possibilidade da colisão está afastada mas os restos cometários de poeiras e outros materiais poderão causar impactos significativos sobre a superfície de Marte. As sondas que orbitam o planeta, caso de MRO, Mars Odissey e MAVEN, já receberam ordens para transitarem para o lado contrário da passagem do Siding Spring a fim de se precaverem de eventuais surpresas decorrentes daquele fenómeno. Para mais informações consultar as seguintes páginas: http://oal.ul.pt/ e http://www.nasa.gov/ .
Saudações astronómicas
A Direcção da AAAM,
Fernando Góis

ULTIMA HORA: em face das condições meteorológicas adversas, os astrónomos reservam-se ao direito de tentar captar imagens em local diverso da Casa do Areeiro, podendo ser na Casa das Mudas ou outro que garanta a possibilidade de executar tais tarefas. Qualquer contacto deverá ser estabelecido para o nº 912299244.

Mars-orbiters-comet-siding-spring-close-call-br2

Exposição Centro da Freira

Numa parceria conjunta com o Parque Natural da Madeira, a AAAM apresenta uma exposição de trabalhos de astronomia no Centro da Freira Dr. Rui Silva, no Pico do Areeiro, com destaque para a astrofotografia e desta vez com mais algumas imagens da autoria de Duarte Silva, Sandro Correia e Marco Joaquim.

Destacamos a excelente colaboração prestada pelos srs. vigilantes do Centro da Freira que foram inexcedíveis e sem o que não seria possível cumprirmos os nossos objectivos nesta mostra de astronomia.

A exposição estará ali patente nestes próximos trinta dias e será designado dia para a sua abertura oficial em conjunto com os responsáveis do Parque Natural.

IMG_2004IMG_1999IMG_2000

Outubro – dois crescentes da Lua

Fenómeno não muito habitual, por vezes ocorrem num mesmo mês dois crescentes da Lua, na maior parte das vezes sem as pessoas nem mesmo alguns astrónomos se aperceberem deste fenómeno. É o que acontece este ano no mês em curso em que já está a decorrer o quarto crescente hoje dia 1 e repetir-se-á novamente a mesma fase no próximo dia 31 de Outubro. Relembramos que no transato mês de Março assistimos a duas luas novas, dia 1 e 30 desse mês. Quem disso se apercebeu?

Imagem: crédito AAAM

AV290809 020

 

 

 

Visita de astrónomo

Na sequência do simpósio promovido pela SPA, dia 25, no Porto Santo, onde os astrónomos tiveram intervenção sobre o tema do “Impacto da Poluição Luminosa”, esta associação recebeu a visita do nosso colega astrónomo Miguel Claro, pessoa conhecida pela actividade da astroarte, divulgação científica e astronomia amadora, sendo autor do interessante livro “Imagens à luz das estrelas”.

Apresentou cumprimentos a esta associação e astrónomos madeirenses, aproveitando para visitar alguns locais de eleição e conseguiu elaborar alguns trabalhos no Cristo Rei, Garajau, no Paul da Serra e Pico do Areeiro, com a promessa de voltar brevemente para trabalhar junto dos astrónomos e amantes da fotografia.

Imagens de Dina Góis

IMG_1901IMG_1908