Fenómenos astronómicos

Este grupo associativo acompanha com regularidade os principais eventos astronómicos com a finalidade de os registar e estudar cientificamente, alguns deles integrados na nossa página da astrofotografia. Como sempre, aceitamos, pois, sugestões e elementos que sejam úteis para cumprir estes objectivos.

Tabelas de observação (actualizado diariamente)

Astronomical Times for Funchal (32.722, -16.916)
Starting 19 Feb 2018, for the next 6 days
DateMorningSunriseSunsetEveningMoonriseMoonsetMoon Phase
TwilightTwilight
19 Feb 201806:1407:4418:5820:2810:0022:31day 3 of Moon
20 Feb 201806:1307:4318:5820:2810:3423:31
21 Feb 201806:1207:4218:5920:2911:11None
22 Feb 201806:1107:4119:0020:3011:5100:32day 6 of Moon
23 Feb 201806:1007:4019:0120:3112:3501:35
24 Feb 201806:0907:3919:0220:3213:2502:38

Planetary Data for today
MercuryVenusMarsJupiterSaturnUranusNeptunePluto
Rises08:0208:2403:0301:1904:4010:2108:2905:37
Meridian13:3014:0008:0306:3309:3816:4414:0910:37
Sets18:5819:3713:0211:4614:3623:0719:4915:38
ConstellationAquariusAquariusOphiuchusLibraSagittariusPiscesAquariusSagittarius
VisibilityNot visibleVisibleNot visibleNot visibleNot visibleGoodVisibleNot visible

Visible ISS Passes
ISS image. Credit: NASA
DateBrightnessStartHighest pointEnd
(mag)TimeAlt.Az.TimeAlt.Az.TimeAlt.Az.
22 Feb-0.407:11:1310Ã?°SE07:12:2011Ã?°SE07:13:2710Ã?°ESE
24 Feb-1.907:01:0210Ã?°SSW07:03:5932Ã?°SE07:06:5610Ã?°ENE

Visible Iridium Flares
DateTimeMagnitudeAltitudeAzimuthSatellite
20 Feb05:46:37-5.321Ã?°356Ã?° (N)Iridium 35
20 Feb07:40:32-8.361Ã?°7Ã?° (N)Iridium 90
20 Feb19:26:59-0.545Ã?°187Ã?° (S)Iridium 56
22 Feb19:14:48-4.546Ã?°189Ã?° (S)Iridium 12

 

Fenómenos astronómicos – 2018

 

Eclipses

No ano de 2018 haverá 5 eclipses, 3 do sol e 2 da lua. O primeiro será da Lua, em 31 de Janeiro, sendo um eclipse total do nosso satélite. Seguir-se-á um do sol a 15 de Fevereiro, mas classificado apenas como eclipse parcial. Mais adiante, observar-se-á outro a 13 de Julho, visível como eclipse parcial, enquanto o segundo e último do ano da Lua terá lugar entre 27 e 28 de Julho, ocorrendo novamente como eclipse total. O último (do ano) do sol verificar-se no dia 11 de Agosto, sendo também eclipse parcial.

Visibilidade dos planetas

Mercúrio

Será visível, de manhã: de 01 Janeiro a 04 de Fevereiro, de 10 de Abril a 29 de Maio, de 17 de Agosto a 11 de Setembro e de 03 a 31 de Dezembro.

Será visível, de tarde: entre 28 Fevereiro e 25 de Março, de 14 de Junho a 01 de Agosto e de 04 de Outubro a 21 de Novembro.

Movimento retrógrado: de 22 de Março a 14 de Abril, de 25 de Julho a 18 de Agosto e de 17 de Novembro a 6 de Dezembro.

Vénus

Será observado como estrela da tarde, desde o final de Fevereiro até ao final de Outubro.

Como estrela da manhã desde inícios de Novembro até final do ano e continuando por algum tempo em 2019.

Terá movimento retrógrado de 05 de Outubro a 14 de Novembro.

MARTE

Pode ser visto no céu matutino no início do ano de 2018, encontrando-se em Balança, e percorrerá as constelações até Capricórnio onde entrará em oposição em 27 de Julho, data em que a partir daí será visível durante toda a noite. Terá movimento retrógrado de 28 de Junho a 28 de Agosto.

JÚPITER

Pode ser observado ao amanhecer na Balança no início do ano. Estará em oposição no dia 09 de Maio (01h00), sendo visível durante toda a noite até inícios de Novembro, altura em que estará demasiado próximo do Sol, impossibilitando a sua observação. Reaparecerá no início de Dezembro de manhã no céu matutino.

Terá movimento retrógrado de 09 de Março até 11 de Julho.

SATURNO

Encontra-se próximo do sol impossibilitando a sua observação, situação que se alterará no início da segunda semana de Janeiro em que aparecerá no céu antes do nascimento do sol na constelação de Sagitário. Permanecerá nesta constelação durante todo o ano.

Atinge a oposição no dia 27 de Junho (13h00), data em que pode ser visto durante toda a noite. A partir de meados de Dezembro deixa de se poder observar, por se encontrar muito próximo do sol.

Terá movimento retrógrado de 18 Abril a 06 de Setembro.

ÚRANO

Possui uma magnitude que o impossibilita de se observar a olho nu, mas estará visível a instrumentos no início do ano ao anoitecer, na constelação de Peixes e nela permanecerá até ao final de 2018. Entre Janeiro e finais de Março, pode ainda observar-se ao anoitecer, pelo que depois desta data a sua visibilidade próxima ao sol será factor impeditivo dessa observação, reaparecendo em meados de Maio no céu matutino mas na constelação de Carneiro.

Estará em oposição em 24 de Outubro (01h00).

Terá movimento retrógrado de 07 de Agosto até ao final do ano.

NEPTUNO

Invisível à vista desarmada, poderá ser observado desde o início do ano com instrumentos, ao anoitecer, na constelação de Aquário e ali permanecerá o resto do ano.

Entretanto, na segunda semana de Fevereiro passará próximo do sol para poder ser observado e reaparecerá no céu matutino na segunda metade de Março.

Passará pela oposição no dia 07 de Setembro (18h00) e a partir de inícios de Dezembro só se poderá captar o planeta ao anoitecer.

Terá movimento retrógrado de 19 de Junho a 25 de Novembro.

 

MAPA SÍNTESE DA VISIBILIDADE DOS PRINCIPAIS PLANETAS EM 2018

 

CREPÚSCULO VERPERTINO
CREPÚSCULO MATUTINO
VÉNUS
20 Fevereiro – 22.Outubro 01.Novembro – 31.Dezembro
MARTE
07.Janeiro – 27.Julho 27.Julho – 31.Dezembro
JÚPITER
01.Janeiro – 09.Maio 09.Maio – 13.Novembro
SATURNO
08.Janeiro – 27.Junho 27.Junho – 16.Dezembro

 

 

 

 

Principais fenómenos astronómicos a observar:

 

Janeiro

– 02/01 – Lua Cheia (02h00)

– 03/01 – Terra no periélio (mais próxima do Sol) – 16h00

– 03/01 – Actividade máxima das Quadrântidas (22h00 – 40/hora)

– 17/01 – Lua Nova

– 24/01 – Lua no quarto crescente

– 31/01 – Fenómenos: Lua cheia (13h00) e super Lua.

– 31/01 – Eclipse total da Lua (não visível em Portugal). Visível a partir do oeste da América do Sul, América do Norte, Ásia, Austrália, Médio Oriente, África Oriental, Europa Oriental, Oceano Pacífico e do Oceano Índico.

 

Fevereiro

– 15/02 – Eclipse parcial do sol (não visível em Portugal). Visível como parcial nas regiões do Sul da América do Sul, Antárctica, Sul do Oceano Pacífico do, e do Sul do Oceano Atlântico

– 15/02 – Lua Nova

– 23/02 – Quarto crescente

– 23/02 – Ocultação de Aldebaran pela Lua (16h00)

 

Março

– 02/01 – Lua Cheia (02h00)

– 17/01 – Lua Nova

– 20/03 – Equinócio da Primavera (16h00)

– 24/01 – Lua no quarto crescente

– 25/03 – Hora de Verão (adianta-se 1 hora, pelas 01h00)

– 31/01 – Fenómenos: Lua cheia (13h00) e super Lua.

 

Abril

– 16/04 – Lua Nova

– 22/04 – Lua no quarto crescente

– 22/04 – Actividade máxima das Líridas (19h00 – 18/hora)

– 30/04 – Lua cheia (13h00) e super Lua.

 

Maio

– 15/05 – Lua Nova

– 22/05 – Lua no quarto crescente

– 29/05 – Lua cheia (13h00)

Aquaridas

 

Junho

– 13/06 – Lua Nova

– 20/06 – Lua no quarto crescente

– 21/06 – Solstício de Verão (11h00)

– 28/06 – Lua cheia

 

Julho

– 01/07 – Lua no quarto crescente

– 09/07 – Lua cheia

– 13/07 – Eclipse parcial do sol (não visível em Portugal). Visível a partir do extremo sul da Austrália, do Sul do Oceano Pacífico, e do sul do Oceano Índico.

– 23/07 – Lua Nova

– 27/07 – Aproximação de Marte

– 27/07 – Eclipse total da Lua. Visível a partir da Austrália, Antárctida, Ásia, África, Médio Oriente, Europa, América do Sul, sul do Oceano Pacífico, Oceano Índico e do Oceano Atlântico.

– 30/07 – Lua no quarto crescente

 

Agosto

– 07/08 – Lua cheia

– 11/08 – Eclipse parcial do sol. Será visível do extremo norte da América do Norte, norte da Europa, Ásia e norte do Oceano Atlântico

– 12-13/08 – Actividade máxima das Perseidas (entre as 14h00 e as 02h30 – 50/hora)

– 21/08 – Lua Nova

– 29/08 – Lua no quarto crescente

Setembro

– 06/09 – Lua cheia

– 20/06 – Lua nova

– 22/09 – Equinócio de Outono (21h00)

– 28/06 – Lua no quarto crescente

 

Outubro

– 05/10 – Lua cheia

– 08/10 – Actividade máxima das Dracónidas (09h00 –

– 19/10 – Lua nova

– 21/10 – Actividade máxima das Oriónidas (25/hora)

– 27/10 – Lua no quarto crescente

 

Novembro

– 04/11 – Lua cheia

– 04/11 – Actividade máxima das Tauridas (15/hora)

– 17/11 – Actividade máxima das Leónidas (16h30 – 20/hora)

– 18/11 – Lua nova

– 26/11 – Lua no quarto crescente

 

Dezembro

– 03/12 – Lua cheia

– 13/12 – Actividade máxima das Geminidas (40/hora)

– 18/12 – Lua nova

– 21/12 – Solstício de Inverno (16h00)

– 22/12 – Actividade máxima das Úrsidas (15h00 – 15/hora)

– 26/12 – Lua no quarto crescente